Home  /  Notícias  /  Vereadores aprovam 13 projetos em sessão extraordinária

Vereadores aprovam 13 projetos em sessão extraordinária

Conforme norma regimental, as sessões extraordinárias não geram nenhum tipo de custo aos cofres do Município

18/01/2018 às 10:52

imgs/textos/dentre-as-materias-apresentadas-duas-sofreram-emendas1516280100.JPG

Dentre as matérias apresentadas duas sofreram emendas

Os vereadores de Feliz estiveram reunidos na noite da última quarta-feira de maneira extraordinária para deliberar sobre 13 projetos que estavam na Ordem do Dia. Conforme norma regimental, as sessões extraordinárias não geram nenhum tipo de custo aos cofres do Município. Dentre as matérias apresentadas duas sofreram emendas, sendo elas apresentadas pelos vereadores Leonardo Mayrer e Jorge Zimmer.

No espaço das votações, os vereadores aprovaram os projetos de tratam do reajuste anual dos servidores do Executivo, do Legislativo, Conselheiros Tutelares, secretários municipais e dos ocupantes de cargos eletivos (prefeito, vice-prefeito e vereadores), bem como o valor do vale alimentação dos servidores. Em todos os projetos apresentados, o reajuste foi de 2,95%, de acordo com o índice acumulado do IPCA, ao longo de 2017.

Foram aprovados, ainda, a inclusão de dois eventos no Calendário de Eventos do Município; a contratação de profissionais para a Secretaria de Educação; a contratação de um fiscal de Obras; o convênio com a Orquestra de Sopros de Feliz, no valor de R$ 15 mil; e a abertura de crédito no valor de R$ 990 mil, na Lei Orçamentária Anual.

Entre as emendas apresentadas, está a modificação encaminhada pelo vereador Leonardo Mayrer ao projeto de implantação de taxímetro no Município, ampliando o prazo de 90 para 180 dias, visto que o INMETRO não está realizando a aferição dos equipamentos. Já a emenda apresentada pelo vereador Jorge Zimmer, trata da supressão de parágrafo do projeto que visa reenviar notificações aos contribuintes devedores da contribuição de melhorias do Loteamento Popular, para que os mesmos possam quitar os valores sem a incidência de juros e multas. 

Outras notícias